Filtros de Pesquisa

Actividade
Tipologia
País
Conclusão

Resultados

Ponte Marechal Carmona e Viadutos de Acesso
Vila Franca de Xira

Cliente:
ICERR
Data de Realização:
2001

Rochas Ornamentais Artificiais

Descrição:
Este projecto foi desenvolvido para a empresa Secil. Teve como objectivo a avaliação da oportunidade de participação/exploração do mercado de Rochas Ornamentais Artificiais e identificar as melhores estratégias alternativas para abordagem deste mercado. Os estudos desenvolvidos permitiram decidir sobre o tipo e dimensão do investimento industrial a realizar para o efeito. A produção destinar-se-ia essencialmente à exportação, tendo sido essencial caracterizar o mercado internacional e identificar os paises produtores deste tipo de produto. O conhecimento e a caracterização do posicionamento estratégico das Rochas Ornamentais Artificiais em face de outros produtos existentes no mercado foi também um estudo da maior importância.
Entidades:
A2P e SECIL
Duração:
12 meses
Comparticipação:
SECIL

Projecto CATÓDICA

Descrição:
O projecto pretende desenvolver a investigação no domínio da Protecção Catódica em estruturas de betão armado expostas ao ambiente marítimo. Os trabalhos de investigação compreendem estudos em laboratório sobre provetes de betão armado despassivadas por acção dos cloretos e a realização de um teste piloto numa estrutura sujeita à acção do ambiente marítimo. O objectivo da Protecção Catódica é o de reduzir ou eliminar a corrosão das armaduras, tornando o potencial electroquímico do aço mais negativo, i.e., catódico. Pretende-se demonstrar que a solução é tecnicamente eficaz e económica para o controlo da corrosão e seleccionar o tipo de ânodo mais apropriado para as condições que caracterizam a costa portuguesa.
Entidades:
A2P, ZetaCorr, IST e Universidade de Vigo
Duração:
01/01/2004 a 31/12/2006
Comparticipação:
Agência de Inovação

Projecto SPIDER

Descrição:
Este projecto incidiu sobre o reforço sísmico de edifícios, mediante a introdução de aparelhos dissipadores de energia associados em série com cabos de pré-esforço, formando o sistema DCS (Damper Cable System). O programa tem um orçamento de cerca de um milhão e meio de euros e intervieram empresas, universidades e organismos públicos, que integraram um consórcio internacional. O programa contemplou a análise experimental e a análise numérica. Para o efeito utilizaram-se protótipos e um teste em modelo à escala real.
Entidades:
A2P, Bouyges, Jarret, VSL, ENEA, Univ. Udine e ENEL. HYDRO (ISMES)
Duração:
01/03/2000 a 31/10/2002
Comparticipação:
Comunidade Europeia